Artigos

Algodão Regenerativo Scheffer

Em uma edição especial em homenagem ao Dia Mundial do Algodão, a revista Cotton Outlook traz o nosso CFO, Guilherme Scheffer, falando sobre toda nossa trajetória nesse setor.

Artigos

Algodão Regenerativo Scheffer

Em uma edição especial em homenagem ao Dia Mundial do Algodão, a revista Cotton Outlook traz o nosso CFO, Guilherme Scheffer, falando sobre toda nossa trajetória nesse setor.

Mais vida no solo

A Agricultura Regenerativa Scheffer é um compromisso com a sustentabilidade, com a vida das pessoas, com os negócios e o mundo.

Guilherme Scheffer,Economista e CFO

07/10/2022

A nossa história se mistura com a do desenvolvimento da agricultura no interior do Brasil. Tenho orgulho em dizer que a Scheffer começou como uma empresa familiar, a partir do pioneirismo dos meus pais, que há mais de 30 anos saíram do Sul do país e se estabeleceram na região Centro-Oeste, no coração do Brasil.

É importante olhar para o passado e valorizar a grande contribuição dos pioneiros para o desenvolvimento do algodão no Cerrado brasileiro numa época em que não havia tanta pesquisa e tecnologia como temos hoje.

Ao longo desses anos, evoluímos e nos tornamos uma das principais empresas produtoras de algodão do país. Com mais de 2 mil colaboradores, atuamos no Brasil e na Colômbia, cultivando mais de 200 mil hectares com algodão, soja e milho, em duas safras dentro de um mesmo ano, em nove Unidades de Produção. Além de agricultura, trabalhamos com pecuária de corte e mineração.

Novo olhar para agricultura

Mesmo com boa produtividade e com tudo indo bem, víamos a complexidade aumentar e a necessidade de usar defensivos químicos para controlar pragas e doenças crescer a cada safra. Isso gerou um desequilíbrio biológico no solo e as pragas secundárias começaram a se tornar primárias.

Depois de muita pesquisa, chegamos à conclusão que era necessário agir na raiz dos problemas e não mais nas consequências. Com isso em mente, e em busca de um cultivo cada vez mais sustentável, fomos em busca de um modelo de agricultura que agregasse às boas práticas já usadas em nosso manejo.

Costumamos dizer por aqui que a inovação está em nosso DNA. E a experiência adquirida em anos de trabalho nos possibilita seguir aperfeiçoando. Há aproximadamente sete anos, encontramos na agricultura regenerativa um sistema que nos permitiu unir nossas atividades produtivas aos cuidados com a terra e a natureza.

De forma resumida, a agricultura regenerativa trabalha em harmonia com a natureza e com foco na saúde do solo e sua biologia, criando ecossistemas, e especialmente plantas, mais resilientes, além de contribuir para uma agricultura de baixa emissão de carbono.

De forma experimental, iniciamos o cultivo com práticas regenerativas na safra 2015/16, em 440 hectares. De lá para cá, investimos em pesquisa e na contratação de profissionais que pudessem agregar a essa forma de praticar a agricultura. E assim, num período de sete anos, saltamos dos iniciais 440 hectares para 4.040 hectares certificados na safra 2019/20. Na safra atual (2021/22), chegamos a 14 mil hectares cultivados com práticas regenerativas e conquistamos a certificação da nossa primeira Unidade de Produção 100% regenerativa.

Práticas regenerativas

A agricultura regenerativa engloba uma série de práticas, que se inter-relacionam, para proporcionar mais saúde ao solo. Dentre as principais, a primeira que citaria é a redução no uso de químicos. Ano a ano, temos diminuído a aplicação de insumos químicos em nossas lavouras, e nos últimos seis anos conseguimos reduzir, em média, mais de 50% da aplicação de químicos nas lavouras de algodão e soja, mantendo a qualidade, sem alterar os índices de produtividade, provando ser algo rentável economicamente.

A segunda é o uso de produtos biológicos, em sua maioria constituídos por fungos e bactérias, para controle de pragas e doenças, além de também favorecer o desenvolvimento saudável das plantas. Esses microrganismos são produzidos em nossa indústria, com alto controle de qualidade. Nossa produção anual de insumos biológicos é suficiente para atender toda a nossa demanda interna em Mato Grosso, onde está instalada a maior parte das nossas Unidades de Produção.

Outra prática presente em nosso manejo é a agricultura de precisão, pela qual utilizamos ferramentas de alta tecnologia para estudar, compreender e tratar a variabilidade do solo. O que nos permite otimizar a utilização dos insumos, que são aplicados a taxa variável, de acordo com a necessidade específica de cada área, evitando desperdícios, reduzindo impactos ambientais e aumentando a produtividade.

Nossa produção é realizada sem uso de sistema de irrigação, ou seja, tanto plantio quanto colheita são planejados para aproveitar o regime de chuvas local.

Também é importante para nós a preservação de áreas de vegetação nativa. Preservamos mais de 150 mil hectares, o que corresponde a mais do que a área física cultivada da Scheffer.

Ainda realizamos o plantio direto, no qual a semeadura é feita diretamente no solo coberto com palhada, sem arar ou gradear a terra. O uso de culturas de cobertura para proteção do solo e a rotação de culturas, que promovem a ciclagem de nutrientes, completam o conjunto de práticas regenerativas adotadas em nossas áreas.

Benefícios da Agricultura Regenerativa

Como resultado dessas práticas temos uma produção agrícola com menor impacto ambiental, mais limpa e sustentável, mantendo a produtividade e a qualidade da soja e do algodão e atendendo aos padrões e à demanda do mercado consumidor.

Podemos destacar ainda que a agricultura regenerativa é sinônimo de vida. Em 2021, realizamos o monitoramento das áreas cultivadas com práticas regenerativas por meio do sequenciamento de DNA do solo, e constatamos um incremento na biodiversidade e melhoria do equilíbrio biológico. Observamos o aumento da presença de insetos (inimigos naturais), que atuam no controle de pragas e de doenças nas lavouras, e uma maior população de microrganismos benéficos no solo. Ou seja, a natureza voltando ao seu ciclo normal.

A diversidade dos microrganismos presentes no solo possui um papel fundamental para regular a emissão dos gases causadores do efeito estufa e promover a saúde das plantas, bem como dos seres humanos. Estudos científicos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) mostram que as boas práticas agrícolas, mais o aumento de matéria orgânica, podem atuar diretamente na quantidade de carbono sequestrado no solo, especialmente no Cerrado, auxiliando na redução das emissões de CO2.

A agricultura regenerativa também permite o uso mais eficiente da terra, promove a regeneração e conservação do solo, auxilia no combate à erosão e melhora a retenção de água e nutrientes no solo. Além da otimização dos recursos hídricos e energéticos.

Para nós, a agricultura regenerativa é o caminho para unir a eficiência do agro — com alta produtividade, qualidade e rentabilidade financeira — à responsabilidade social, ambiental e econômica. Por isso, desde 2021, incorporamos esse modelo de cultivo como meta empresarial da Scheffer, está diretamente ligado ao nosso propósito de regenerar a vida na terra. Temos como objetivo continuar evoluindo e ter, até 2030, 100% das áreas cultivadas com práticas regenerativas.

Acreditamos que o futuro da produção agropecuária passa, obrigatoriamente, por práticas mais conscientes e sustentáveis. A jornada que nos trouxe até aqui nos impulsiona a seguir adiante, mantendo o foco em continuar fazendo uma agricultura que seja boa para a sociedade e para a natureza.

Confira o artigo em inglês aqui

Nossos produtos

Colaboramos para o futuro dos produtos sustentáveis.

Buscamos constantemente novas técnicas e métodos para uma produção cada vez mais sustentável. Estamos à frente de um movimento de evolução que semeia a transformação em toda a nossa cadeia de negócios.

Nosso propósito em regenerar a vida na terra não é à toa: impacta o solo, os negócios, a economia e a vida das pessoas. E é observando esses impactos que sabemos que estamos no caminho certo.

Nossos produtos

Conheça avanços,
desafios e aprendizados

Acompanhe nossos passos e se conecte com a terra.

O algodão agregou valores à minha vida de uma maneira que eu nunca poderia ter previsto.